Páginas

sábado, 17 de novembro de 2012

Próximo



Foi meio que filhadaputamente estranho te encontrar hoje justo na fila de estreia do novo filme do Tom Hanks. Quer dizer, não foi sobrenatural, né, ele é seu ator favorito também, eu lembro bem. Lembro bem que a primeira vez que você viu Náufrago foi comigo. Lembro até que suas meias estavam descombinadas quando você tirou os tênis para deitar no sofá.
Enfim, foi estranho, mas foi bom te ver. Meio que me acostumei a não te ver de jeito nenhum. Nossa cidade é grande, a gente acabou conseguindo se evitar meio que sem querer (querendo). Isso tornou as coisas mais fáceis, sabe, no começo. Ou no fim. Depois do fim, e no novo começo. Você sabe. Mas agora é só estranho te ver. É como se fosse ver uma celebridade da qual você não gosta muito; você vai lá e cumprimenta porque é legal, mas não se sente feliz com isso.
O filme é bom pra caralho, né? Meu coração tá ainda mais sobrecarregado com o tanto de amor que tenho pelo Tom Hanks, meu deus. Acho que tô fugindo do assunto. Ou estou só sendo madura e tendo uma conversa cordial com alguém com quem eu já fui um “nós” e esse “nós” acabou em merda. Maturidade.
Concluindo, foi bom e estranho te ver. Acho até que devíamos ser amigos. Vamos marcar uma coisa outro dia. Um café, um sorvete, um almoço. Quem sabe próxima semana. Ou, melhor, próximo mês. Talvez próximo ano.
Próxima vida, quem sabe.  

3 comentários:

  1. O pior é que essas merdas acontecem, mesmo. Não basta ver assim, de longe. A pessoa chega perto, você troca olhares, mas palavra nenhuma sai. É osso, viu?

    ResponderExcluir
  2. Nossa, muito ruim quando isso acontece... Ou talvez não, vai que existe algo numa próxima semana? Mas acho que na maioria das vezes fica pra próxima vida mesmo...

    Gostei daqui, vou voltar!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Amei o texto,sincero,verdadeiro.Desencontros acontece quando queremos encontros e vice e versa mas ainda acredito naquela velha frase ''O que tiver que ser será'',clichê mas acredito fielmente.Quando der de uma passadinha no meu blog,me deixe sua opinião,sempre é bom ter pensamentos como os teus presentes em minhas crônicas,poesias,sempre se deve estar aberta a uma nova maneira de pensar.

    ResponderExcluir

me diz o que você tá pensando?